» DICAS DE CULTIVO DE ORQUÍDEAS – 19

Captura de tela inteira 15052019 181407.bmp
Cabe deixar bem claro que existem dezenas de formas diferentes de cultivar uma mesma espécie de orquídea em ambiente doméstico.

É importante ressaltar que técnicas de produção comercial não se aplicam necessariamente ao cultivo doméstico, pois as condições gerais podem ser muito diferentes. Da mesma forma, deverá ser levado em conta que uma planta produzida comercialmente até a fase de floração, depois de sua aquisição no varejo, sofre um período de estresse de maior ou menor intensidade, que poderá repercutir no desenvolvimento da planta por alguns meses, impactando inclusive sobre a floração (que poderá não ocorrer no ano seguinte) e desenvolvimento de novas gemas. Isso porque as plantas serão distribuídas para regiões de condições climáticas diferentes, sofrerão o estresse provocado pelo transporte, e finalmente, dependem das condições de exposição para venda nos pontos comerciais.

Isso se explica porque no varejo de comercialização não especializada, as plantas não recebem quaisquer cuidados como regas e ventilação. Nesses pontos de venda existe o atrativo do preço, mas o estresse sobre a planta é enorme, motivo pela qual não resistem sequer a uma semana em exposição de venda, em razão da desidratação pela falta de água e pelo ressecamento produzido pela exposição ao ar condicionado.

Ainda, depois da aquisição de uma planta, cada cultivador possui um ambiente físico de cultivo bem particular, que pode impactar sobre o futuro desenvolvimento da mesma. E o que comentar sobre as técnicas e “técnicas” individuais de cultivo como rega, adubação, iluminação, ventilação, etc?

As variáveis são muitos e podem determinar o sucesso no cultivo de orquídeas:

NÃO EXISTE UMA TÉCNICA/ PERFEITA E UNIVERSAL PARA CULTIVO DE UMA MESMA ESPÉCIE DE ORQUÍDEA.

É como uma receita culinária. Você copia uma receita mas o resultado jamais será idêntico para todos, pois existem variáveis como qualidade de ingredientes, temperatura do forno ou do fogão, etc.

Assim também acontece no cultivo de suas orquídeas. Uma mesma “receita” de cultivo pode funcionar no Rio Grande do Sul e não funcionar na Bahia. Ou você duvida disso? Então cuidado com as dicas mágicas disponíveis nas redes sociais.

Especialistas e instrutores apenas repassam receitas de técnicas de cultivo que eles praticam por experiências próprias. Cabe a cada “cultivador de orquídeas” ir fazendo suas próprias adaptações e observações.